Hoje inauguramos um novo formato no site da APPM. Trata-se da Rubrica LOOK OUTSIDE. Sob a forma de Crónicas mensais por parte de Profissionais de Marketing, Comunicação e Publicidade portugueses que se encontram a trabalhar em mercados externos, queremos perceber a sua visão, as diferenças na abordagem aos mercados, e sobretudo partilhar as suas experiências únicas com a comunidade APPM.

2014-03-06_1702

O nosso primeiro convidado, é Pritesh Dineschandra. Um gestor português, de origem indiana, a liderar uma agência brasileira, no mercado polaco. Pura Gloablização! E foi exactamente esta junção de layers culturais que o inspirou a intitular a sua colaboração connosco.

United Cultures of Advertising  

We make a living by what we get, but we make a life by what we give.” / Winston Churchill

Pritesh D. KotechaVarsóvia, zero graus. Uma cidade cosmopolita de forte presença internacional – por via da exibição de marcas que orgulhosamente revestem as suas fachadas de imagens cheias de glamour, quer por via das diferentes línguas que vamos ouvindo pelas ruas desta capital de uma Europa em crescimento. O momentum que as marcas vivem – prometendo experiências de consumo ligadas a uma cultura europeísta e estabelecendo pontes de proximidade com mundos cuja iniciação na esfera de consumo foi anterior, é de uma energia contagiante.

Curioso é também, que a entrada tardia na sociedade de consumo massificado, não só trouxe uma procura intensiva pela novidade, quanto responsabilizou todas as marcas e agentes económicos pela procura permanente de inovação, quer seja da sua proposta de valor, quer seja da sua forma de comunicá-la embrulhada em conceitos disruptivos.

Essa responsabilidade não só é assumida, como se transformou num compromisso com o mercado consumidor, evitaram alguns passos intermédios (falamos de uma curva de inovação muito mais intensiva). A título de exemplo, Portugal privilegia a utilização de cartão de débito como modo de pagamento no retalho – ainda que a crise tenha contribuído para uma redução das margens e consequentemente a um maior controlo de custos por transacção (colocando algumas restrições em montantes mínimos), quando a Polónia, enquanto late mover, acabou por “saltar” essa etapa, dinamizando o pagamento por smartphone em grande parte dos retalhistas e inclusivé num simples serviço de taxi.

Há uma capacidade de surpreender, um positivismo partilhado, uma relevância emocional que transforma qualquer campanha ou iniciativa de mercado, num movimento de expressão social ímpar. A dinâmica do negócio publicitário aqui vivida, não é representativa dos melhores actos criativos que enquanto profissionais do meio reconhecemos noutros mercados mais premiados. Porém, a sua frescura, o seu impacto no negócio dos nossos clientes, é de tal forma eficaz, que esse campeonato do envolvimento do consumidor pelas marcas e o chamamento para a concretização da compra, coloque o trabalho aqui executado, no topo do ranking da eficácia em função desse prémio maior que é o do Sr. Cliente ficar satisfeito e a vender mais. Enquanto agente do sector, sinto-me premiado.

Namasté. Pritesh Dineschandra Executive Director – Duda Polska

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Contacte-nos

Enviando

© APPM – Todos os Direitos Reservados. Website pela MindSEO. Alojamento pela WebHS.

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account