Partilhamos consigo um artigo de Carlos Sá, Vice Presidente da APPM e CMO na Talent SGPS.

 

No ciclo de planeamento destes artigos entre todos os meus colegas de Direcçāo da APPM calhou-me esta data. Na altura pensei em escrever algo sobre a “ditadura’ a que os marketeers estão sujeitos. De repente mais do que nunca este tema ficou actual.

Bem certo que não é uma ditadura no sentido estrito do termo, algo que nos corta a liberdade e criatividade. É mais uma sujeição imposta por uma nova parafernália de termos, plataformas, meios e instrumentos digitais que são por um lado a nova maravilha e por outro a nossa prisão. Todos nós dizem que este digital , sim trato-o como um sujeito, une, envolve e cria laços entre consumidores, marcas e negócios. Verdade ?!

Não ponho em causa todos os benefícios desse sujeito , mas desafio qualquer profissional de marketing a não esquecer a origem: o consumidor. Ele também refém do digital porque se lembrou de procurar 5 vezes um tema no telefone a pedido de um amigo e de repente já está artificialmente segmentado em algo que simplesmente não é com ele.

Humanizar, palavra de ordem actual. Usar o tal digital para criar laços não para atar nós. De repente aquilo que parecia um emplastro na relação de marcas e consumidores ficou instituído , maldito Covid.

Chegamos todos de repente ao mesmo palco , sem músicos e artistas , sem público. Acabamos todos juntos a fazer a festa. Pusemos o digital no sítio que ele merece, à nossa mercê!

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Contacte-nos

Enviando

© APPM – Todos os Direitos Reservados. Website pela MindSEO. Alojamento pela WebHS | Política de Privacidade

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account